sexta-feira, 30 de julho de 2010

A virada no terceiro ato,

 [...] a declaração de amor, a exceção, a regra,
 Mas às vezes estamos tão concentradas em achar o nosso final feliz que não aprendemos
 à ler os sinais. Como distinguir entre os que nos querem e os que não nos querem,
 Distinguir entre os que vão ficar e os que vão partir,
 E talvez esse final não inclua um cara maravilhoso.
 Talvez dependa de você, Talvez esteja por sua conta,
 juntando os pedaços e recomeçando (:


Nenhum comentário:

Postar um comentário